6 de dez de 2016

SÉRIE - REFORMA LUTERANA - CONFISSÃO DE AUGSBURGO

 ARTIGOS DA FÉ E DA DOUTRINA LUTERANA


ARTIGO XXI - DO CULTO AOS SANTOS

Do culto aos santos, os nossos ensinam que devemos lembrar-nos deles, para fortalecer a nossa fé ao vermos como receberam graça e foram ajudados pela fé: e, além disso, a fim de que tomemos exemplo de suas boas obras, cada qual de acordo com a sua vocação, assim como sua Majestade Imperial pode seguir salutar e piedosamente, o exemplo de Davi, fazendo guerra ao turco; pois ambos estão investidos em ofício real, que exige protejam e defendam os seus súditos. Entretanto, não se pode provar pela Escritura que se devem invocar os santos ou procurar auxílio junto a eles. "Porquanto há um só reconciliador e mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo" 1 Tm 2.5, o qual é o único Salvador, o único Sumo Sacerdote, Propiciatório e Advogado diante de Deus, Rm 8.34. E somente ele prometeu que quer atender a nossa prece. E buscar e invocar de coração a esse Jesus Cristo em todas as necessidades e preocupações também é culto divino mais elevado segundo a Escritura: "Se alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o justo, etc." 1 Jo 2.1. Esta é, aproximadamente, a suma da doutrina que é pregada e ensinada em nossas igrejas, para correta instrução cristã e consolo das consciências, e para melhora dos crentes. Pois que de modo nenhum vamos querer pôr as nossas próprias almas e consciências diante de Deus no mais sério, no maior dos perigos, mediante abuso do nome ou da palavra de Deus, nem deixar ou herdar aos nossos filhos e descendentes doutrina diversa da que concorda coma palavra pura, divina, e com a verdade cristã. Visto, pois, que essa doutrina se fundamenta claramente na Sagrada Escritura e, além disso, não é contrária nem se opõe à igreja cristã universal, e, na verdade, tampouco à Igreja Romana, quanto se pode coligir com os escritos dos Pais, pensamos também que os nossos oponentes não podem estar em desacordo conosco nos artigos acima indicados. Agem, por isso, de maneira totalmente inamistosa, precipitada e contrariamente a toda unidade e amor cristãos aqueles que, por essa razão, empreendem, sem qualquer fundamento sólido em preceito ou Escritura divina, separar, rejeitar e evitar os nossos como hereges. Porque o distúrbio e a dissensão dizem respeito, precipuamente, a algumas tradições  e abusos. Portanto, já que nos artigos principais não há ausência de fundamento ou defeito perceptíveis, e sendo esta a nossa confissão divina e cristã, deveriam os bispos, justiçosamente mostrar-se mais brandos, ainda que falha houvesse, entre nós com respeito à tradição, muito embora esperemos apresentar sólido fundamento e causa quanto à razão porque entre nós houve mudança relativamente a algumas tradições e abusos. (Livro de Concórdia: As Confissões da Igreja Evangélica Luterana. São Leopoldo: Sinodal; Canoas: Ulbra; Porto Alegre: Concórdia, 2006, pg. 39-40)

3 de dez de 2016

Atividades da CEL Cristo para o fim de semana


  • DOMINGO - 04/12/2016
    • 19:00 - Culto de 2º Domingo no Advento
      • Tema: "Decisões" - 
          Mateus 3.1-12
      • Logo após o culto teremos o momento especial com as crianças, alunos da confirmação e membros da comunidade na ornamentação de nosso pinheiro de Natal. Contamos com todos. Tragam seus enfeites.

"Arrependam-se dos seus pecados porque o Reino do Céu está perto" - Mateus 3.2

29 de nov de 2016

ESTUDO BÍBLICO


TEMA: O SACRIFÍCIO DE iSAQUE - pARTE ii - o dEUS QUE VÊ E pROVÊ!

  • Texto Bíblico: Gênesis 22.9-19
  • Data: 29/11/2016
  • Horário: 19:00 hs
  • Local: CEL Cristo de Uberlândia - MG

    "VENHA PARTICIPAR CONOSCO"

    SÉRIE - REFORMA LUTERANA - CONFISSÃO DE AUGSBURGO

     ARTIGOS DA FÉ E DA DOUTRINA LUTERANA


    ARTIGO XX - DA FÉ E DAS  BOAS OBRAS

    Os nossos são acusados falsamente de proibirem boas obras. Pois os seus escritos sobre os Dez Mandamentos bem com outros escritos provam que deram bom e útil ensino e admoestação a respeito de estados e obras de cristãos verdadeiros, de que pouco se ensinou antes de nosso tempo. Insistia-se ao contrário, em todos os sermões, principalmente, em obras pueris e desnecessárias, tais como rosários, culto de santos, vida monástica, romarias, jejuns e dia santos prescritos, confrarias, etc. Também o nosso oponente já não exalta essas obras desnecessárias tanto quanto antigamente. Além disso, também aprenderam a falar, agora, da fé, sobre a qual nada pregaram em tempos anteriores. Agora, contudo, ensinam que não nos tornamos justos diante de Deus unicamente por obras, mas acrescentam a fé em Cristo, e dizem que a fé e as obras nos tornam justos diante de Deus. Essa doutrina pode trazer um pouco mais de consolo do que quando apenas se ensina a confiar em obras. Visto, pois, que a doutrina da fé, que é o artigo principal no cristianismo, foi negligenciada por tempo tão longo, como é forçoso confessar, havendo-se pregado apenas doutrina de obras por toda a parte, os nossos deram a seguinte instrução a respeito: Em primeiro lugar, que nossas obras não nos podem reconciliar com Deus e obter graça: isto, ao contrário, sucede apenas pela fé, quando cremos que os pecados nos são perdoados por amor de Cristo, o qual, ele só, é o mediador que pode reconciliar o Pai. Agora, quem pensa realizar isso mediante obras e imagina merecer a graça, esse despreza a Cristo e procura seu próprio caminho a Deus, contrariamente ao evangelho. Essa doutrina a respeito da fé é tratada aberta e claramente por Paulo em muitas passagens, de modo especial em Efésios 2: "Pela graça foste salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós, porém é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie, etc." E que aqui não se introduz interpretação nova é coisa que se pode provar com Agostinho, que trata essa questão diligentemente e também ensina assim, a saber, que alcançamos a graça e nos tornamos justos diante de Deus por intermédio da fé em Cristo e não por obras, conforme mostra todo o seu livro De spiritu et litera. Conquanto essa doutrina seja muito desprezada entre pessoas não experimentadas, verifica-se, todavia, que é muito consoladora e salutar para as consciências tímidas e apavoradas. Porque a consciência não pode alcançar descanso e paz mediante obras, porém, somente pela fé, quando chega à segura conclusão pessoal de que, por amor de Cristo, possui um Deus gracioso, conforme também diz Paulo em Rm 5.1: "Justificados mediante a fé, temos descanso e paz com Deus". Em sermões de outrora não se promoveu esse consolo, porém, impeliram-se as pobres consciências para as próprias obras, e se empreenderam diversas espécies de obras. A alguns a consciência impeliu para os mosteiros, na esperança de que lá poderiam granjear graça mediante vida monástica. Alguns excogitaram outras obras com o propósito de merecer graça e satisfazer por pecados . A experiência de muitos deles foi não haverem alcançado a paz mediante essas coisas. razão por que foi necessário pregar essa doutrina da fé em Cristo e dela tratar diligentemente, a fim de que se soubesse que é somente pela fé, sem mérito, que se apreende a graça de Deus. Dá-se, outrossim, instrução para mostrar que aqui não se fala da fé possuída também pelos demônios e os ímpios, os quais também crêem os relatos que contam haver Cristo padecido e ressuscitado de entre os mortos; fala-se, ao contrário, da fé verdadeira, que crê alcançarmos por Cristo a graça e a remissão dos pecados. Aquele que sabe que por Cristo possui um Deus gracioso, esse conhece a Deus, invoca-o, e não está sem Deus, como os gentios. Porque demônios e ímpios não crêem nesse artigo da remissão dos pecados. Por isso é que são inimigos de Deus, não o podem invocar, e anda de bom podem esperar dele. A Escritura fala sobre a fé no sentido que acabamos de indicar, e não entende por fé um conhecimento que demônios e homens ímpios têm. Pois em Hebreus 11 ensina-se, com respeito à fé, que crer não é apenas conhecer a história, mas ter confiança em Deus e receber sua promessa. E Agostinho também nos lembra que devemos entender a palavra "fé", na Escritura, como significando confiança em Deus de que nos é clemente, não apenas conhecer tais notícias históricas que também os demônios conhecem. Ensina-se, ademais, que boas obras devem e têm de ser feitas, não para que nelas se confie a fim de merecer graça, mas por amor a Deus e em seu louvor. Sempre é a fé somente que apreende a graça e o perdão dos pecados. E, visto que pela fé é dado o Espírito Santo, o coração também se torna apto para praticar boas obras. Porque, antes, enquanto está sem o Espírito Santo, é demasiadamente fraco. Além disso, está no poder do diabo, que impele a pobre natureza humana a muitos pecados, como vemos nos filósofos que se lançaram à empresa de viver vida honesta e irrepreensível e, contudo, não conseguiram realizá-lo, porém caíram em muitos pecados graves e manifestos. É o que acontece ao homem quando está sem fé verdadeira e sem o Espírito Santo e se governa apenas pela própria força humana. Por isso, não se deve fazer a essa doutrina concernente à fé a censura de que proíbe boas obras; antes, deve ser louvada por ensinar que se façam boas obras e oferecer auxílio quanto a como se possa chegar a praticá-la. Pois que para praticar boas obras, invocar a Deus, ter paciência no sofrimento, amar o próximo, exercer com diligência ofícios ordenados, ser obediente, evitar maus desejos, etc. Tais obras elevadas e autênticas não podem ser feitas sem o auxílio de Cristo, conforme ele mesmo diz em Jo 15.5: "Sem mim nada podeis fazer". (Livro de Concórdia: As Confissões da Igreja Evangélica Luterana. São Leopoldo: Sinodal; Canoas: Ulbra; Porto Alegre: Concórdia, 2006, pg. 37-39)

    26 de nov de 2016

    Atividades da CEL Cristo para o fim de semana


    • SÁBADO - 26/11/2016
      • 13:30 - Doutrina
      • 16:00 - Encontro de Servas
      • 17:00 - Ensaio do Coral
      • 19:00 - Ensaio da banda
    • DOMINGO - 27/11/2016
      • 09:00 - Culto em Uberaba
      • 19:00 - Culto Especial de Advento e Ações de Graças 
        • Tema: "Advento - Tempo de renovar as Esperanças" - 
           Mateus 21.1-11

    "Deus é o nosso refúgio e a nossa força, socorro que não falta em tempos de aflição"
    Salmo 46.1

    22 de nov de 2016

    ESTUDO BÍBLICO

    TEMA: O NASCIMENTO DE ISAQUE PARTE V - DEUS PROVA ABRAÃO


    • Texto Bíblico: Gênesis 22.1-19
    • Data: 22/11/2016
    • Horário: 19:00 hs
    • Local: CEL Cristo de Uberlândia - MG

      "VENHA PARTICIPAR CONOSCO"

      SÉRIE - REFORMA LUTERANA - CONFISSÃO DE AUGSBURGO

       ARTIGOS DA FÉ E DA DOUTRINA LUTERANA



      ARTIGO XIX - DA CAUSA DO PECADO

      Com respeito à causa do pecado, ensina-se entre nós que, embora o Deus onipotente haja criado a natureza toda e a conserve, todavia, é a vontade pervertida que opera o pecado em todos os maus e desprezadores de Deus. Pois esta é a vontade do diabo e de todos os ímpios, a qual, tão logo Deus retraiu a mão, desviou-se de Deus para o mal, conforme diz Cristo, Jo 8: "Quando o diabo profere a mentira, fala do que lhe é próprio".(Livro de Concórdia: As Confissões da Igreja Evangélica Luterana. São Leopoldo: Sinodal; Canoas: Ulbra; Porto Alegre: Concórdia, 2006, pg. 36).  

      17 de nov de 2016

      Atividades da CEL Cristo para o fim de semana


      • SÁBADO - 19/11/2016
        • 08:00 - Preparação para receber membros do Conselho Distrital
        • 10:00 - Recepção aos Membros do Conselho Distrital
        • 11:30 - Almoço
        • 13:00 - Início da Reunião do Conselho Distrital
        • 15:00 - Café
        • 17:30 - Encerramento do Conselho Distrital
        • 19:00 - Encontro de Jovens com diretoria distrital
      • DOMINGO - 06/11/2016
        • 09:00 - Culto Último Domingo do ano Eclesiástico
          • Tema: "Deus nos abre mais um ano da Graça" - 
            Lucas 23.27-43

      "Deus é o nosso refúgio e a nossa força, socorro que não falta em tempos de aflição"
      Salmo 46.1

      15 de nov de 2016

      "Cristo, o remédio certo" Ml 4.1-6

      ESTUDO BÍBLICO


      TEMA: O NASCIMENTO DE ISAQUE PARTE Iv - A ALIANÇA ENTRE ABRAÃO E ABIMELEQUE


      • Texto Bíblico: Gênesis 21.22-34
      • Data: 15/11/2016
      • Horário: 19:00 hs
      • Local: CEL Cristo de Uberlândia - MG

        "VENHA PARTICIPAR CONOSCO"

        SÉRIE - REFORMA LUTERANA - CONFISSÃO DE AUGSBURGO

        ARTIGOS DA FÉ E DA DOUTRINA LUTERANA


        ARTIGO XVIII - DO LIVRE ARBÍTRIO

        Quanto ao livre arbítrio se ensina que o homem tem, até certo ponto, livre arbítrio para viver exteriormente de maneria honesta e escolher entre aquelas coisas que a razão compreende. Todavia, sem a graça, o auxílio e a operação do Espírito Santo, o homem é incapaz de ser agradável a Deus, temê-lo de coração, ou crer, ou expulsar do coração as más concupiscências inatas. Isso, ao contrário, é feito pelo Espírito Santo, que é dado pela palavra de Deus. Pois Paulo diz em 1 Coríntios 2: "O homem natural nada entende do Espírito de Deus". 
        E, para que se possa reconhecer que nisso não se ensina novidade, eis aí as claras palavras de Agostinho a respeito do livre arbítrio, aqui citadas do livro III do Hypognosticon: "Confessamos que em todos os homens há um livre  arbítrio, pois todos t~em entendimento e razão naturais, inatos. Não no sentido de que sejam capazes de algo que concerne a Deus, como, por exemplo, amar e temer a Deus de coração. Somente em obras externas desta vida têm liberdade para escolher coisas boas ou más. Por obras boas entendo as de que é capaz a natureza, tais como trabalhar ou não no campo, comer, beber, visitar ou não um amigo, vestir-se ou despir-se, edificar, tomar esposa, dedicar-se a um ofício ou fazer alguma outra coisa proveitosa e boa. Tudo isso, entretanto, não é nem subsiste sem Deus; ao contrário: dele e por ele são todas as coisas. Por outro lado, pode o homem também praticar por escolha própria o mal, como, por exemplo, ajoelhar-se diante de um ídolo, cometer homicídio, etc."

        12 de nov de 2016

        Culto 26ª Domingo após Pentecostes


        TEMA: "O Remédio certo!"

        Texto base: Malaquias 4.1-6

        Leituras BíblicasSalmo 98 
                                       Malaquias 4.1-6
                                        2 Tessalonicenses 3.6-13
                                        Lucas 21.5-28

        Hinos do Culto: 08 (C), 124 (LS), 67 (C), 99 (LS), 103 (LS), 1130 (LS), 185 (LS) - (C - Celebrai; LS - Louvai ao SENHOR)

        Hinos para Santa Ceia: 105, 117, 143 (Louvai ao SENHOR)

        Cor Liturgica: Verde

        Data do Culto: 13/11/2016

        Horário: 09:00 (manhã)

        "Cheguem perto de Deus, e ele chegará perto de vocês..." (Tiago 4.8)

        11 de nov de 2016

        Atividades da CEL Cristo para o fim de semana


        • SÁBADO - 12/11/2016
          • 13:30 - Aula de Confirmação
          • 16:00 - Encontro com Professores de Escola Bíblica
          • 17:00 - Ensaio do Grupo de Louvor (Coral e Banda).
        • DOMINGO - 06/11/2016
          • 09:00 - Culto 26º Domingo após Pentecostes
            • Tema: "O Remédio Certo!" - Ml 4.1-6

        "Confiem sempre em Deus, meu povo! Abram o coração para Deus, pois ele é o nosso refúgio." (Sl 62.8)

        8 de nov de 2016

        ESTUDO BÍBLICO


        TEMA: O NASCIMENTO DE ISAQUE PARTE III - AGAR E ISMAEL NO DESERTO


        • Texto Bíblico: Gênesis 21.8-21
        • Data: 08/11/2016
        • Horário: 19:00 hs
        • Local: CEL Cristo de Uberlândia - MG

          "VENHA PARTICIPAR CONOSCO"

          SÉRIE - REFORMA LUTERANA - CONFISSÃO DE AUGSBURGO

          ARTIGOS DA FÉ E DA DOUTRINA LUTERANA


          ARTIGO XVII - DA VOLTA DE CRISTO PARA O JUÍZO

          Também se ensina que nosso Senhor Jesus Cristo voltará no último dia para julgar, e que ressuscitará todos os mortos, dará aos crentes e eleitos vida e alegria eternas, porém condenará os homens ímpios e os demônios ao inferno e castigo eterno. Rejeitam-se, por isso, os anabatistas, os quais ensinam que os diabos e os homens condenados não sofrerão dor e tormentos eternos. Aqui se rejeitam, outrossim, algumas doutrinas judaicas que também, ao presente, se manifestam e, segundo as quais, antes da ressurreição dos mortos, um grupo constituído integralmente de santos e piedosos terá um reino terrestre e aniquilará todos os ímpios.

          "Deus nos livra de todo engano"

          3 de nov de 2016

          Atividades da CEL Cristo para o fim de semana


          • SÁBADO - 05/11/2016
            • 09:00 - Reunião da Diretoria
            • 13:30 - Aula de Confirmação
            • 17:00 - Ensaio do Coral e Banda
          • DOMINGO - 06/11/2016
            • 19:00 - Culto 25º Domingo após Pentecostes

          "Confiem sempre em Deus, meu povo! Abram o coração para Deus, pois ele é o nosso refúgio." (Sl 62.8)

          1 de nov de 2016

          ESTUDO BÍBLICO

          TEMA: "O NASCIMENTO DE ISAQUE PARTE II - Um riso de alegria"


          • Texto Bíblico: Gênesis 21.1-21
          • Data: 01/11/2016
          • Horário: 19:00 hs
          • Local: CEL Cristo de Uberlândia - MG

            "VENHA PARTICIPAR CONOSCO"

            SÉRIE - REFORMA LUTERANA - CONFISSÃO DE AUGSBURGO

            ARTIGOS DA FÉ E DA DOUTRINA LUTERANA


            ARTIGO XVI - DAS COISAS CIVIS

            Das coisas civis ensinam que ordenações civis legítimas são boas obras de Deus e que é lícito aos cristãos exercer ofícios, ser juízes, julgar segundo as leis imperiais e outras leis vigentes, impor pena segundo o direito, fazer, segundo o direito, guerra, prestar serviço militar, fazer contratos legais, possuir propriedades, jurar por ordem dos magistrados, ter esposa, casar-se. Condenam-se os anabatistas, que interdizem essas coisas civis aos cristãos. Também condenam os que põem a perfeição evangélica não no temor de Deus e na fé, porém, na fuga aos negócios civis. Porque o evangelho ensina a justiça eterna do coração. Entrementes, não destrói a ordem estatal ou familiar, senão que exige muitíssimo que sejam preservadas como ordenação de Deus, e que se exerça, em tais ordenações, o amor. Por isso, os cristãos devem, necessariamente, obedecer aos seus magistrados e às leis, a menos que exijam se peque, pois, neste caso, devem obedecer mais a Deus do que a homens. Atos 5.


            27 de out de 2016

            CONVITE ESPECIAL



            CULTO ESPECIAL DOS 499 ANOS DA REFORMA LUTERANA

            • DATA: 30/10/2016 (Domingo)
            • HORÁRIO: 09:00hs (manhã)
            • LOCAL: Parque do Sabiá (Quiosque)
            • ORGANIZADORES: Igreja Evangélica Luterana do Brasil e Igreja de Confissão Luterana do Brasil - Uberlândia - MG


            "Visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé" (Rm 1.17).

            Venham celebrar conosco nosso aniversário!



            26 de out de 2016

            ESTUDO BÍBLICO ESPECIAL DA REFORMA LUTERANA

            TEMA: "O altar da reforma de lucas cranach"


            • Data: 27/10/2016
            • Horário: 19:00 hs
            • Local: CEL Cristo de Uberlândia - MG

              "VENHA PARTICIPAR CONOSCO"

              25 de out de 2016

              SÉRIE - REFORMA LUTERANA - CONFISSÃO DE AUGSBURGO

               ARTIGOS DA FÉ E DA DOUTRINA LUTERANA


              ARTIGO XIV - DA ORDEM ECLESIÁSTICA

              Da ordem eclesiástica ensinam  que ninguém deve, publicamente ensinar na igreja ou administrar sacramentos a menos que sejam legitimamente chamado.

                                                          ARTIGO XV - DOS RITOS ECLESIÁSTICOS

              Dos ritos eclesiásticos ensinam que devem ser conservados aqueles usos que podem ser conservados sem pecado e são úteis à tranquilidade e à boa ordem na igreja, tais como certos feriados, festas e coisas semelhantes. Com respeito a tais coisas, entretanto, admoestam-se os homens que não se onerem as consciências, como se tal culto fosse necessário à salvação. Também se admoestam os homens que tradições humanas instituídas para tornar Deus propício, merecer graça e satisfazer pelos pecados adversam o evangelho e a doutrina da fé. Razão por que votos e tradições concernentes a comida, dias, etc., instituídos com a finalidade de merecerem a graça e satisfação pelos pecados, são inúteis e contrários ao evangelho.

              Jesus, a viva esperança do cristão - Cl 1.1-14

              19 de out de 2016

              I RETIRO DE JOVENS DA JELUDI

               I RETIRO INTERNO DA JELUDI

              TEMA:  A SEXUALIDADE DO PONTO DE VISTA BÍBLICO

              DATA: 21-23/10
              LOCAL: CHÁCARA SANTA CRUZ (SÍTIO DO JOÃO PAULO)




              "Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou." - Gn 1.27

              18 de out de 2016

              ESTUDO BÍBLICO


              TEMA: "O Nascimento de Isaque Parte I - a promessa ameaçada"


              • Texto Bíblico: Gênesis 20.1-18
              • Data: 18/10/2016
              • Horário: 19:00 hs
              • Local: CEL Cristo de Uberlândia - MG

                "VENHA PARTICIPAR CONOSCO"

                SÉRIE - REFORMA LUTERANA - CONFISSÃO DE AUGSBURGO

                    ARTIGOS DA FÉ E DA DOUTRINA LUTERANA


                ARTIGO XIII - DO USO DOS SACRAMENTOS

                Com respeito ao uso dos sacramentos se ensina que foram instituídos não somente para serem sinais por que se possam conhecer exteriormente os cristãos, mas para sinais e testemunho da vontade divina para conosco, com o fim de que, por eles, se desperte e fortaleça a nossa fé. Essa também a razão por que exigem fé, sendo usados corretamente quando a gente os recebe em fé e, com isso, fortalece a fé.

                14 de out de 2016

                Atividades da CEL Cristo para o fim de semana


                • SÁBADO - 15/10/2016
                  • 08:00 - Preparação da Igreja para o dia das crianças
                  • 13:30 - Aula de Confirmação
                  • 16:00 - Encontro Especial do dia das Crianças
                  • 19:00 - Ensaio do Coral
                • DOMINGO - 02/10/2016
                  • 09:00 - Culto Uberaba - MG
                  • 17:00 - Ensaio do grupo de louvor
                  • 19:00 - Culto 22º Domingo após Pentecostes
                  • Tema: "Deus é o nosso socorro" - Sl 121; Lc 18.1-8

                "Olho para os montes e pergunto: "De onde virá o meu socorro?" O meu socorro vem do SENHOR Deus, que fez o céu e a terra" (Sl 121.1-2)

                PROGRAMA ESPECIAL DIA DAS CRIANÇAS

                Congregação Evangélica Luterana Cristo de Uberlândia - MG

                Convida a todas as crianças para

                ENCONTRO ESPECIAL DO DIA DAS CRIANÇAS

                TEMA: "NAVEGANDO COM JESUS"

                Data: 15/10/2016
                Horário: 16hs
                Local: CEL Cristo de Uberlândia - MG


                 Brincadeiras, história bíblicas, pula-pula, algodão doce e muito mais...

                "Jesus disse: Deixem que as crianças venham a mim e não proíbam que elas façam isso, pois o Reino do Céus é das pessoas que são como estas crianças" (Mateus 19.14).

                BATISMO REALIZADO EM POUSO ALEGRE-MG

                Uberlândia - MG: Realizou-se na cidade de Pouso Alegre - MG, no último dia 09/10/2016 culto com batizado do pequeno infante Samuel Abolafio de Paula. Samuel é filho de Ana Elisa Mendes de Paula e Marcelo Abolafio Lopez. O culto contou com presença de aproximadamente 60 pessoas e teve como tema principal: "Jesus purifica o nosso coração de todo o pecado" - Mc 7.14-23. Louvamos ao eterno por mais essa oportunidade de anunciar o seu amor.

                SÉRIE - REFORMA LUTERANA - CONFISSÃO DE AUGSBURGO

                   ARTIGOS DA FÉ E DA DOUTRINA LUTERANA


                ARTIGO XII - DO ARREPENDIMENTO

                Do arrependimento se ensina que os que pecaram depois do batismo recebem perdão dos pecados a qualquer tempo em que cheguem ao arrependimento, não lhes devendo a igreja negar a absolvição. Agora, arrependimento verdadeiro, autêntico, propriamente outra coisa não é que sentir contrição e pesar ou terror por causa do pecado e todavia crer ao mesmo tempo no evangelho e na absolvição, isto é, crer que o pecado foi perdoado e que por Cristo foi obtida a graça, fé essa que volta a consolar e serenar o coração. Deve seguir-se a melhora de vida e o abandono do pecado; pois esses devem ser os frutos do arrependimento, como diz João, Mt 3.8: "Produzi, pois, fruto digno do arrependimento". Aqui se rejeitam os que ensinam não poderem voltar a cair aqueles que já uma vez se tornam piedosos. Condenam-se também os novacianos, que negam a absolvição aos que haviam pecado depois do batismo. Rejeitam-se, outrossim, os que não ensinam alcançar-se perdão dos pecados mediate a fé, e sim por nosso satisfazer. (Livro de Concórdia: As Confissões da Igreja Evangélica Luterana. São Leopoldo: Sinodal; Canoas: Ulbra; Porto Alegre: Concórdia, 2006, pg. 33-34). 

                4 de out de 2016

                ESTUDO BÍBLICO

                TEMA: "UMA VISITA ESPECIAL pARTE iii a DESTRUIÇÃO DE sODOMA E gOMORRA"


                • Texto Bíblico: Gênesis 19.1-38
                • Data: 04/10/2016
                • Horário: 19:00 hs
                • Local: CEL Cristo de Uberlândia - MG

                "VENHA PARTICIPAR CONOSCO"

                SÉRIE - REFORMA LUTERANA - CONFISSÃO DE AUGSBURGO

                ARTIGOS DA FÉ E DA DOUTRINA LUTERANA

                ARTIGO XI - DA CONFISSÃO

                Da confissão se ensina que se deve conservar a privata absolutio (A confissão particular, individual), não a deixando cair em desuso na igreja, ainda que na confissão seja desnecessário enumerar todos os maus feitos e pecados, porque tal nem é possível. Salmo 18: "Quem conhece os delitos?"

                2 de out de 2016

                UMA COMUNIDADE DE "CARA NOVA"!

                Uberlândia - MG: A CEL Cristo de Uberlândia tem passado nos últimos dias por grandes mudanças. Uma desta mudanças refere-se ao Templo, que foi totalmente re-pintado por fora. Uma nova cor, um novo ânimo, uma nova comunidade. E, essas mudanças não param. Próxima etapa é a pintura interna do Templo. Essas mudanças tem atingido também os nossos congregados, que com muita alegria, disposição e participação tem celebrado lindos cultos ao SENHOR. Parabéns a todos. Que nosso ânimo no trabalho do SENHOR continue aumentando cada dia mais. Venham se juntar a nós nessa grande família da fé. Aguardamos você de braços aberto.

                30 de set de 2016

                Culto 20º Domingo após Pentecostes


                TEMA: "Capacitados por Cristo para testemunhar!"

                Texto base: 2 Tm 1.1-14

                Leituras BíblicasSalmo 62 
                                                Habacuque 1.1-4, 2.1-4
                                                2 Timóteo 1.1-14
                                                Lucas 17.1-10

                Hinos do Culto: 43 (C), 77 (LS), 94 (LS), 92 (LS), 145 (LS), 178 (LS) - (C - Celebrai; LS - Louvai ao SENHOR)

                Hinos para Santa Ceia: 117, 143, 141 (Louvai ao SENHOR)

                Cor Liturgica: Verde

                Data do Culto: 02/10/2016

                Horário: 19:00 (noite)

                "Cheguem perto de Deus, e ele chegará perto de vocês..." (Tiago 4.8)

                29 de set de 2016

                Atividades da CEL Cristo para o fim de semana


                • SÁBADO - 01/10/2016
                  • 08:00 - Término da pintura da Igreja
                  • 13:30 - Aula de Confirmação
                  • 16:00 - Encontro de professores de Escola Bíblica
                  • 18:00 - Ensaio do Coral
                • DOMINGO - 02/10/2016
                  • 17:00 - Ensaio do grupo de louvor
                  • 19:00 - Culto 20º Domingo após Pentecostes
                  • Tema: "Capacitados por Cristo para testemunhar! - 2 Tm 1.1-14

                "Confiem sempre em Deus, meu povo! Abram o coração para Deus, pois ele é o nosso refúgio." (Sl 62.8)

                Em Deus está a nossa esperança!_ parte 3

                27 de set de 2016

                SÉRIE - REFORMA LUTERANA - CONFISSÃO DE AUGSBURGO

                   ARTIGOS DA FÉ E DA DOUTRINA 


                LUTERANA

                ARTIGO X - DA SANTA CEIA

                Da ceia do Senhor se ensina que o verdadeiro corpo e o verdadeiro sangue de Cristo estão verdadeiramente presentes na ceia sob a espécie do pão e do vinho e são nela distribuídos e recebidos. Por isso também se rejeita a doutrina contrária. (Livro de Concórdia: As Confissões da Igreja Evangélica Luterana. São Leopoldo: Sinodal; Canoas: Ulbra; Porto Alegre: Concórdia, 2006, pg. 32).